A verdadeira liberdade

Sabe hoje eu tive um sonho em que eu e os meus filhos éramos reféns de um grupo e o meu filho e quando negaram comida e destrataram meu filho ele falou que ia contar para mim e eu conversava com ele que ali eu nada podia fazer nós teríamos que nos submeter silenciosamente para não sermos mortos, apenas podíamos pedir a Deus que intervisse e nos ajudasse. Acordando fiquei pensando nisso e Deus me fez refletir sobre como minha liberdade muitas vezes era uma ilusão. Pensando nisso percebi que as áreas da minha vida em que estou adoecida eu não tenho liberdade alguma, simplesmente reajo impulsionada pela minhas marcas, o próprio processo de cura terapêutica é fazer com que a pessoa aumente cada vez mais a consciência das áreas adoecidas dela a fim de que possa novamente ter condições de escolher – livre arbítrio, e não permaneça vivenciando comportamentos destrutivos ou não nutritivos sem outra possibilidade.

Sabe liberdade é algo difícil de ser vivido, a pessoa que não consegue comer menos do que gostaria não é livre. A pessoa que gostaria de passar mais tempo com a família e não consegue, não é livre. A pessoa que gostaria de tratar melhor as pessoas e não consegue, não é livre. A pessoa que gostaria de dizer não para algo e não consegue, não é livre. A pessoa que gostaria de relaxar e poder ser ela mesma, sem ter que depender de aparecer nos lugares bem vestido, com um bom celular, um bom carro, não é livre. A própria cultura ocidental nos impõe um fardo que nos passa a mensagem de condições para ser bem sucedidos, como se o outro caminho fosse o fracasso, não nos dando liberdade. Até mesmo a pessoa que tem que sair toda a noite para festar, não é livre, ou então precisar beber sempre, ou precisar se drogar, ou precisar sempre estar vivenciando algo radical, não é livre.

A liberdade somente existe no equilíbrio, na possibilidade da ESCOLHA e nunca no TENHO QUE. Pra mim hoje a liberdade é a cura constante e o agir permanente de Deus na minha vida, pois o Seu agir abre os meus olhos, cura minhas áreas adoecidas e me capacita a viver verdadeiramente um livre arbítrio.

VOCÊ É LIVRE?

Fica a reflexão.

Rebeca G M Cardoso

 

Fechar Menu