Dois princípios fundamentais para vivenciar uma plenitude

O primeiro princípio para manter-se em paz, sentindo-se bem consigo mesmo é saber QUEM É VOCÊ! Em Mateus 3:17 Deus fala para Jesus quem ele é: “E do céu veio uma voz, que disse: – Este é o meu Filho querido, que me dá muita alegria!”. O interessante é que poucos minutos depois seu inimigo o tenta dizendo assim: “Então o Diabo chegou perto dele e disse: – Se você é o Filho de Deus, mande que estas pedras virem pão.”. (Mateus 4:3) Sabe muitas vezes pessoas vem até nós questionando nosso valor, nossa identidade, assim como o Diabo fez questionando a identidade de Jesus de Filho de Deus. Você se lembra de algum momento em que te menosprezaram, que caçoaram de você, que falaram algo que te fez se sentir sem valor algum??? Quando você não possui uma clara e convicta consciência de quem é, muitas coisas que vem de fora, do outro, vão fazê-lo se questionar, e a partir da dúvida, o pior se instala, a paz é roubada, seu bem estar consigo mesmo se esvanece.

Sabe porque a paz e o bem estar de Jesus não é retirado dele, e isto podemos perceber pela sua reação que não se acua, nem tampouco responde agressivamente. Ele diz: “- As Escrituras Sagradas afirmam : O ser humano não vive só de pão, mas vive de tudo o que Deus diz.” (Mateus 4:4) Tente trazer a memória quando alguém zombou de você, ou questionou sobre quem você era, ou mesmo afirmou coisas ruins sobre você, qual foi a sua reação??? O que você sente, pensa e reage vão denunciar se você possui uma clareza e convicção de uma identidade fortalecida e positiva sobre si. Hoje você pode identificar que não tem uma convicção de quem é, ou até mesmo que acredita que sua identidade diz respeito a alguém sem valor, ou ruim. Jesus sabia que Ele era o Filho de Deus e que esta era a sua identidade. Por isso não ficou em dúvida quando o Diabo o questiona e não se abateu quando os fariseus em Mateus 9: 34: “Mas os fariseus diziam:- O chefe dos demônios é quem dá a esse homem poder para expulsar demônios.” Ninguém retirava sua paz e bem estar consigo mesmo, pois tinha muita clareza de quem era. VOCÊ TEM CLAREZA DE QUEM VOCÊ É? QUAL É A SUA IDENTIDADE?

Identidade é um alicerce importantíssimo para você viver uma vida plena. O Diabo sabendo disso o tenta na sua identidade por mais uma vez dizendo “Então disse: – Se você é o Filho de Deus, jogue-se daqui, pois as Escrituras Sagradas afirmam: Deus mandará que os seus anjos cuidem de você. Eles vão segurança-lo com as suas mãos, para que nem mesmo os seus pés sejam feridos nas pedras.”(Mateus 4:6) Você compreende a importância de ter uma clara convicção de quem você é? Se hoje você não a possui, que neste ano de 2020 seja o seu principal objetivo.

O segundo princípio para vivenciar uma plenitude é ter uma clareza do propósito da sua vida, a pessoa que não tem metas, sonhos, propósitos, esmorece … adoece … morre. Foi esta a terceira tentação de Jesus, ele foi tentado a respeito do seu propósito, “e disse: – Eu lhe darei tudo isso se você se ajoelhar e me adorar.”(Mateus 4: 9) Jesus rebate seu inimigo dizendo com clareza o seu propósito: “-Vá embora, Satanás! As Escrituras Sagradas afirmam: Adore o Senhor, seu Deus, e sirva somente a ele.” Seu propósito neste mundo era servir seu Pai. Você tem clareza do seu propósito nesta vida? Tem sonhos? Metas? tem clareza do que quer para sua vida?

Metas, sonhos, propósito para serem alcançados paga-se um preço, o que acontece muitas vezes com as pessoas é criarem metas e desanimarem com os preços e ficarem com inúmeras janelas abertas não completadas que constantemente vêm à consciência para denunciar sua incapacidade, o que compromete sua auto-estima e por sua vez sua identidade.

Jesus tinha clareza do seu propósito a ponta de se posicionar com todos, até mesmo seus familiares e amigos íntimos. Isto conseguimos identificar na bíblia em Mateus 12: 46 a 50, João 6: 67. Ele também tinha clareza do preço do seu propósito isso podemos identificar em Mateus 26: 37 e 38. Jesus ficou triste expressou sua emoção e prosseguiu sendo vitorioso no seu propósito. Tenho atendido pessoas que estão acometidas por doenças emocionais e aquelas que possuem uma clareza de propósito, isso lhe serve de suporte para superar sua doença. Já quem não a possui, tende a ser mais facilmente tomado pela doença.

Tem pessoas que pensam que propósito precisa ser algo grandioso como salvar a humanidade assim como Jesus o fez. Mas não precisa ser assim, pequenos propósito alcançados empodera o eu, fortalece a auto-estima e desta forma pode levar a propósitos maiores.

Espero que neste ano de 2020 você possa buscar a clareza de quem você é e qual ou quais propósitos você escolheu perseguir em sua vida!

Até a próxima.

Rebeca G M Cardoso

Fechar Menu